sexta-feira, 8 de junho de 2007

ESPERAR E CONFIAR


Diante de uma situação potencialmente desesperadora, o que fazer?

Eu escolhi confiar e esperar. Porque a doença de papai não tem cura e é progressiva: isso é fato. Se não tiverem valido de nada, pelo menos os meus 4 anos de medicina serviram para solidificar essa certeza. Ele vai sentir dor - e cada vez mais - até o final de sua vida. O potencial terapêutico humano não tem como evitar. Agora, o que fazer, partindo desse ponto, já é uma escolha de cada um.

Eu tenho uma casa que ainda não tem paredes (como todo mundo já sabe...), um casamento que ainda não tem convites (porque as gráficas pensam que eu sou filha de banqueiro e querem me fazer de idiota), um pai no hospital, uma mãe que está uma pilha de nervos e uma irmã estressada. Atirar-se da ponte é sempre uma opção, mas estou preferindo soluções menos drásticas... O jeito é esperar e tentar ir resolvendo os problemas mais fáceis. Estou estudando - mais uma vez - para o concurso do IMIP, que será na próxima sexta-feira, e mais uma vez as chances de passar são mínimas porque mais uma vez estão acontecendo problemas que me impedem de me dedicar como eu gostaria. Mas, sinceramente, cansei de me desesperar e agora apenas espero. Deus sabe a filha que tem e, como diz a música de Dunga, "Ele não pode impôr limites ao seu amor pois sabe até onde vai todo pecador"... Se vierem dificuldades maiores do que estas, eu serei suficientemente forte para suportá-las, isso também é fato (porque já passei por um bocado de coisa difícil desde que virei gente...). É quase como ligar o foda-se, só que mais light.

Tem situações que independem da nossa vontade e nada do que façamos poderá mudar o curso delas. Então, definitivamente, comecemos pelo que é mais fácil. Se a poucos dias do casamento essa casa não estiver prontar, eu penso num plano B. Se papai piorar antes disso, eu penso em como reagir. Se eu não passar no IMIP, faço o concurso daqui a 6 meses de novo. Por enquanto é só.

P.S.: Ter amigos faz parte dessa estratégia de fortaleza. Obrigada, Mônica e Renatinha pelas mensagens de apoio! Para vocês e para todos os meus amigos, o texto abaixo!

"QUANDO DEUS CRIOU OS AMIGOS O FEZ PENSANDO EM QUE TIVÉSSEMOS A POSSIBILIDADE DE TER UM SER QUERIDO NO QUAL PUDÉSSEMOS CONFIAR. SABIA QUE NELE ENCONTRARÍAMOS UMA PESSOA DE NOBRES SENTIMENTOS, DISPOSTA A BRINDAR EM TODO MOMENTO O MELHOR DE SI MESMO. ALGUÉM COM QUEM PUDÉSSEMOS DESFRUTAR NOSSOS SUCESSOS E COMPARTILHAR NOSSOS FRACASSOS. E QUE, AO FINAL DE CADA TRECHO PERCORRIDO, HOUVESSE SEMPRE UMA MÃO DE CARINHO, QUE NOS IMPULSIONASSE A CAMINHAR PARA FRENTE, APESAR DE TUDO..."

5 comentários:

Paulinha disse...

Oi Marcella!!!
Espero que tudo saia conforme Deus quer!!!
Que Ele mesmo te dê forças para aguentar tudo que vc está passando. Não é fácil, mas com Deus tudo fica mais suave!!!
Bjosssssssss

Monica disse...

OI mulher, tinha me programado pra dar um pulko nesse feriado aí, mas peguei uma bela duma gripe... nem sei se vou conseguir trabalhar hj!

Quero ver se melhoro pra ir esse fim de semana...

Se cuida...
Planos B's tbm são planos...

Bjssssss

Monica disse...

Tava torcendo pra tu ganhar a geladeira ontem!
:(

Renatinha disse...

"Vem, q a tempestade já n pode te abalar, a segurança em meu barco encontrarás. Confia em mim e o meu amor te abrigará". Uma excelente semana para ti querida, e qq coisa grita por mim tá. Bjus :D

PS: Fala com Célio sobre os convites, quem sabe ele n faz um preço legal :D

mar disse...

vivendo um dia de cada vez e as coisas vão melhorando. te cuida!