sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

O POST MAIS SÉRIO DE TODOS OS TEMPOS!


Sabe os dias em que você se sente a mosca do cocô do cavalo do bandido? Sim, hoje a larva dessa mosca sou eu.

Talvez eu nunca tenha passado tanta vergonha pública em atividades acadêmicas quanto no seminário de Imunização, que aconteceu hoje no rodízio de Pediatria. Talvez nunca nenhum outro professor tenha olhado para mim com aquela cara de "Ô sua irresponsável, você não estudou e ainda quer vir aqui tentar me enrolar?", como dr. Henrique fez hoje no ambulatório. Mesmo no rodízio de Cirurgia. Ou talvez justamente porque foi no de Pediatria é que esteja doendo mais...

Mea culpa: realmente, não me matei de estudar. Aliás, não estou me matando por nada nesta vida desde meados de abril. No máximo, morro de dormir. Mas, para completar, meu raciocínio resolveu tirar férias neste fim de ano. Estou perigando não saber fazer uma conta de somar direito, quanto mais elaborar uma lista de hipóteses diagnósticas! O menino tosse, espirra, tem febre, faz cocô mole: o que pode ser? Sei lá, pode ser tanta coisa! Marcella, tem certeza de que você está no 9º período? Porque parece que estou lidando com os alunos do 4º! (Dr. Henrique é um gentleman, nunca diria isso com essas palavras, mas olhares não mentem jamais...)

Minha memória é uma folha em branco, que às vezes é escrita a lápis, mas apagada logo em seguida. Eu não guardo absolutamente nenhuma informação nova. Não adianta esse negócio de ler mais de uma vez: quantas vezes já li sobre infecções congênitas? Pelo menos umas 2 vezes no 5º período (quando paguei Pediatria), depois mais 4 vezes pra fazer os 4 concursos de Neonatologia do IMIP. Pergunta: consegui tirar 10 no seminário de Sifílis congênita de hoje? Resposta: precisa responder?

Aliás, já que toquei no assunto, depois de 6 meses de plantões semanais como acadêmica de Neonatologia do IMIP, como justificar que o meu desempenho na prova deste semestre tenha sido o pior de todos os concursos que eu já fiz???

Como diz Lulu,

Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia...

Mas em 2008 - e desde já - vamos acabar com essa palhaçada!

Pra começar (ainda é o começo???), cansei dessa de estudar e não aprender. Ou não estudar e não aprender do mesmo jeito. Cansei de sentir essa sensação terrível de "Por quê todo mundo consegue se dar bem menos eu?". Quero acabar com essa história de não saber responder as perguntas que me são feitas, não saber de cor conduta de doença nenhuma, nem valor normal de exame nenhum. Foram 9 períodos nessa brincadeirinha, assistindo às aulas e me dando mal nas provas (mesmo na época em que eu estudava de verdade...), 4 anos e meio sendo apenas uma estudante de medicina razoável. Quer saber? Estou verdadeira e definitivamente cansada disso. Não quero nunca mais que um preceptor olhe pra mim com a cara que Dr. Henrique fez hoje, cara de decepção e falta de confiança ("Essa aí vai ser no máximo a 'médica do Posto'..."). Quero que meu nome esteja nas próximas edições do Tratado de Pediatria do IMIP, como autora de capítulos, quero ser staff, quero que os próximos alunos de Medicina da UFPE olhem para a minha foto na placa de formatura e pensem "Puxa, Dra. Marcella está aqui!", do mesmo jeito que eu fico admirando as fotos das pediatras chefes nos corredores. Então, acabou essa história, de hoje por diante! Porque se Deus ainda não me mostrou outro caminho - mesmo diante do turbilhão de dificuldades que eu já tive nesse curso - é porque eu estou exatamente no lugar em que Ele me quer!

Bom, aprendi a cozinhar (o que eu julgava impossível), lavar banheiro, fazer compras do mês... Ser uma boa médica talvez não seja tão difícil...

Um comentário:

mar disse...

vc vai conseguir bem mais facil do que imagina. bj