domingo, 16 de setembro de 2007

O FIM QUE IGUALA TODOS NÓS...


A evolução do domingo de manhã hoje no Otávio de Freitas foi marcada pela notícia da morte de um dos doutorandos, de madrugada, num acidente de carro. Só pra esclarecer, doutorando é justamente o que eu sou, ou seja, estudante dos 2 últimos anos de medicina. O rapaz em questão era uma turma na minha frente, e iria se formar em dezembro do ano que vem.

Nunca fui a melhor amiga dele, é verdade. Discordamos fortemente de determinados pontos em várias ocasiões. Mas o fato é que era um rapaz de 23 anos, quase médico, com um futuro brilhante pela frente, que esteve com a gente durante esses últimos 2 meses (inclusive na última sexta) e que de repente morreu, vítima da combinação perigosa de balada, bebida e velocidade. Aliás, pelo jeito dele, iria acabar assim mais cedo ou mais tarde... Lamento muito, demais, que ele tenha morrido tão jovem, antes de aprender tanta coisa, antes de virar uma pessoa séria e responsável. Porque no fundo ele era uma boa pessoa, só não tinha ainda desenvolvido maturidade suficiente. Coloquei seu nome nas intenções da missa de hoje. Só o que posso fazer diante do que aconteceu...

Estava olhando as fotos da última festa da minha turma (à qual eu não compareci) e pensando que realmente eu devo ser uma pessoa chata... Parece que todo mundo foi, menos eu. Mas vejam só, iria me custar 30 reais (minha cota e a do Capitão), fora o táxi (porque somos um casal liso), então some aí uns 50 reais só pra olhar a cara daquele povo! E eu nem vou muito com a cara deles... Sem falar que eu tinha estágio no IMIP no dia seguinte, de modo que mesmo após muitos apelos não me senti entusiasmada para ir. Ultimamente estou mais interessada em fazer esses programas de velho, ir à praia, comer cachorro quente, assistir DVD em casa, dormir... E a questão financeira conta muito! Mas não adianta, talvez eu seja só uma pessoa um tanto chatinha mesmo...

Eu queria simplesmente pular essa semana no Otávio. Por causa da morte de Thiago foi feita uma nova escala e o resultado é que estou no bloco cirúrgico todos os dias da semana. Isso significa trabalho dobrado, sem direito a tarde livre, e tendo que ficar horas em pé assistindo cirurgias sem graça... Fora o clima horrível que vai estar naquela enfermaria amanhã: todo mundo com cara de choro, o acidente sendo o assunto principal de qualquer conversa. Como diz minha madrinha Mônica: afff!...

O Capitão de serviço e eu dormindo na casa de mamãe outra vez... Mamãe matando as saudades de mandar em mim e dizer a que horas eu tenho que dormir... Ô, paciência...

Enfim, boa semana a todos.

5 comentários:

Monica disse...

Então é isso mesmo que irei falar AFF!
rssss
Tbm tô numa fase caseira...
Tbm por ser lisa, tbm por não suportar ter que rir quando não quero, tbm por exceso de trabalho!

Adivinha qual foi meu programa nesse domingo?
DVD em casa e beijo na boca!

Ameiiii!

Bjos pra tu, visse?
Se cuida e cuida do meu afilhado lindo tbm!

Boa semana!

Renatinha disse...

Boa semana amiga ruiva !! QQ coisa grita q corro l� no teu AP .. Bjus :D

mar disse...

já se passou uma semana então.. espero que as coisas estejam melhor pelo hospital. bj pra vc!

Luciana Amâncio disse...

Bem... tua madrinha anda sem tempo... ou sem jeito de encarar o tempo de frente. Mas, estou por aqui! Beijo em tu!

Maria Carolina disse...

Menina... mto ruim essa morte mesmo. E todas as suas repercussões tb... inclusive vc no bloco todo dia... esse seria meu pior pesadelo.
Mas enfim tá acabando... uma semana e meia... eu, pra falar a verdade, vou sentir falta... odeio cirugias, mas adorei as pessoas de HAM... agora estarei sozinha num PSF qualquer. Pelo menos dormirei na minha própria cama e receberei lambidas de meu cachorro.
Vc é chatinha mesmo... mas é isso que faz vc diferente daquele povo... mas podia ter ido pra gte mangar e falar mal...
Saudades Ruiva...
Beijos