quinta-feira, 12 de julho de 2007

A PARTIDA


Imagine que você está à beira-mar e vê um navio partindo.

Você fica olhando, enquanto ele vai se afastando e afastando, cada vez mais longe, até que finalmente parece apenas um ponto no horizonte – lá onde o mar e o céu se encontram.

E você diz: Pronto, ele se foi.

Foi aonde?

Foi a um lugar que sua vista não alcança, só isto.

Ele continua tão grande, tão bonito e tão importante como era quando estava perto de você.

A dimensão diminuída está em você, não nele.

E naquele exato momento em que você está dizendo: 'ele se foi', há outros olhos vendo-o aproximar-se e outras vezes exclamando com júbilo: ele está chegando...”

Para o meu paizinho, que entrou em coma, e agora está indo, indo, igual a esse barquinho, para se encontrar com Deus...

3 comentários:

mar disse...

sem palavras... muita paz no teu coração nesse momento para aceitar o que nao dá pra compreender. bj

Paulinha disse...

Que ele seja levado por Deus e que tudo se acerte e se arrume!!!

Bjos

Monica disse...

Força!!!!