segunda-feira, 25 de maio de 2009

GORDA, BALEIA, SACO DE AREIA...


Eu estou gorda.

Não, vocês não estão entendendo. Estou gorda. G-O-R-D-A. Um boi. Roupa nenhuma cabe. O vestido que comprei em novembro para a formatura não fecha mais até o final do zíper. Não tenho mais calças, não tenho mais blusas, nada. Comecei a ganhar algumas migalhas a mais de dinheiro, passei a poder frequentar rodízios de pizzas, de carnes, fazer o que mais gosto na vida - que é comer - e o resultado de ser feliz é esse: virei uma caçamba de banhas. E eu deveria estar linda daqui a 2 meses...

Sim, comecei uma ginástica. Mas odeio ginástica. Odeio porque dói, cansa, ocupa meu precioso tempo que deveria ser plenamente dedicado aos estudos. Não volto mais disposta depois da ginástica (para mim isso é lenda): volto acabada, moída e profundamente abusada. E tenho mais vontade de comer. =P

E se eu tomar sibutramina, hein?

.

.

.

.

Nessas horas eu não deveria saber de todos os malefícios que o uso indiscriminado de remédios para emagrecer causa no organismo das pessoas.

Droga...

Um comentário:

Mar disse...

comer sim... mas pelo que vi vc num tá exagerando na comida não? isso tb faz mal como a sibutramina! te cuida menina e nao reclama que fazer exercicio tb faz bem e se virar rotina vc nao vai ficar acabada naum. olha a bronca neh? (sermão de hj vai para...)