sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

HUMPF!


Mais uma consulta de pré-natal e Ana Luiza super na dela, não dando a mínima para o cansaço da mãe. Marquei o parto para o dia 3 de março, porque também não dá para esperar a vida toda pela decisão dessa criatura. Hoje faltam 12 dias. Vou ter que aguentar essa contagem regressiva irritante...

Ontem eu e o Capitão fomos buscar o carro, no dia e hora marcados, mas a concessionária ainda não estava com ele pronto. Fiquei chateadíssima. Imprevistos acontecem, a queda do sistema de informática do DETRAN de fato não é culpa do vendedor, mas custava ter checado isso antes de eu chegar lá? Tivesse visto mais cedo (não é óbvio?) eu nem teria saído de casa, a decepção teria sido menor. Ficamos lá sentados um tempão e eles nem sabiam dizer o que tinha acontecido! Cada funcionário que se desculpasse, "não foi me passado nada, senhora". E eu quero saber? Se a empresa tem problema de comunicação interna, dane-se, eu quero meu carro, porque já paguei tudo o que foi combinado por ele, vim no dia certo, tenho direito! Mas nem que eu quebrasse aquela concessionária inteira num ataque de fúria teria resolvido o problema.

O resultado é que vamos buscar hoje, no final da tarde. Ainda não estamos satisfeitos por causa dessa horário. Se era para entregar ontem, então eles dessem um jeito (não me importa qual) de deixá-lo pronto pela manhã. O entregador das placas só faz entregas às 5 da tarde? Problema de vocês, meu amigo, ele deveria ter entregue ontem, vocês arranjem alguém para buscar essa placa de manhã que eu quero meu carro antes do meio-dia! Senão eu chamo Cardinot!!!

Às vezes a pessoa queria ter nascido e sido criada na Charneca!

Tenho coisas a resolver ainda hoje, minha barriga está pesando (lógico...) e precisaria ir de carro. O Capitão tem que resolver coisas no banco. Não acredito que vou ter que pedir mais uma vez o carro de mamãe e ter que ouvir todas as recomendações que ela faz, além de ela ficar ligando pra saber onde a gente está e a que horas volta. Juro que achei que hoje seria o primeiro dia de "Liberdade, ainda que tardia!" desde que me casei... Isso me deixa com ainda mais raiva daquela concessionária!

Tem outra: é preciso convencer o Capitão a me levar, porque ele acha que devo ficar em casa, chocando os ovos que eu nem tenho, até o dia de parir. Santa paciência!

Humpf!

Um comentário:

Monica disse...

Liberdade??? Amiga.. qdo Ana Luiza nascer tu vai ver o que é não ter liberdade rsssss

Boa hora pra vc! Que ela venha com saúde e vc sem mto sofrimento rssss

Bjinhossss