terça-feira, 8 de janeiro de 2008

"SEI QUE AÍ DENTRO AINDA MORA UM PEDACINHO DE MIM..."


100º post do Veleiro. Um momento para ser lembrado...

Ana Carolina, não tem jeito, escreve coisas que eu nem comento. Mas dessa vez, não sou eu que estou dizendo não...

"Aqui
Eu nunca disse que iria ser
A pessoa certa pra você
Mas sou eu quem te adora

Se fico um tempo sem te procurar
É pra saudade nos aproximar
E eu já não vejo a hora

Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você
Ei, você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar
Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está

Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim

Aqui
Agora que você parece não ligar
Que já não pensa e já não quer pensar
Dizendo que não sente nada

Estou lembrando menos de você
Falta pouco pra me convencer
Que sou a pessoa errada

Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você

Ei, você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar

Não dá pra disfarçar
Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está

Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim
Em mim...
Aqui..."

"Percebo quando alguém quer dizer algo olhando nos olhos

Como se o que fosse dito tivesse que ser pra vida ficar melhor

Pro sono voltar a reinar nas noites de sábado..."

3 comentários:

Monica disse...

Tem meu celular?
Me liga que combinamos para vcs irem lá...
87512928.

Bjocasss

Avisa a Mellina e a mamãe, que elas tbm estão convidadas... mainha vai adorar que tua mãe vá...

Luciana Amâncio disse...

uhn
uhn
...enigmas.

tu és difícil de entender.
mas eu amo.

Luciana Amâncio disse...

uhn
uhn
...enigmas.

tu és difícil de entender.
mas eu amo.