quinta-feira, 19 de abril de 2007

SEGURA NA MÃO DE DEUS E VAI...


Papai está internado há 9 dias e todos nós já estamos começando a dar sinais de cansaço, inclusive ele. O ambiente hospitalar é triste e frio, mesmo para quem já está acostumado com aquelas paredes. Papai anda tristinho, desanimado, até mesmo descrente de alguma recuperação. A dor não passa, mesmo sob fortes doses de analgésicos. Ele não consegue caminhar sozinho, não consegue ajeitar-se na cama, e tudo isso contribui ainda mais para a sua falta de vontade de continuar...

Meu pai tem 71 anos, mas quem o conhece sabe que ele sempre recusou-se a entrar na "3ª idade". Saía quase todos os dias pra comprar o que quer que estivesse faltando aqui em casa, ia no mercado, resolvia as broncas dele no hospital (aposentou-se há quase 20 anos, mas nunca deixou de freqüentar o HC), enchia o meu Passe Fácil e o de Mellina. Era um homem ativo, que nunca quis depender de ninguém. Agora está preso a uma cama, sob os cuidados de outras pessoas, necessitando de ajuda até para fazer as necessidades mais básicas. E dor, todo mundo sabe, dor não deixa ninguém viver em paz.

O médico que tratou papai durante esse últimos 5 anos é um homem ausente. Isso eu sempre achei, mas papai não. Agora está sofrendo as conseqüências: em 9 dias de internação, ele não apareceu uma só vez no hospital. Papai está decepcionado. Mesmo com os residentes de Urologia cuidando dele, nada pode ser feito sem a autorização do médico assistente, e ninguém consegue se comunicar com ele.

Como estudante de medicina, a cobrança inevitavelmente vem para o meu lado: vá atrás do médico, discuta o caso com ele, cobre atitudes! Eu seria uma pessoa feliz se fosse assim tão ativa, mas não sou. Infelizmente o máximo que eu consigo fazer, já estou fazendo... :(

E amanhã tem prova de Neuro. Já disse que se o esquema super-organizado de fila da sala não funcionar, eu vou tirar zero. Não tive como estudar nessas 2 semanas. A cabeça não colabora. Sinto muito.

Mas, sabe? Deus cuida de todos nós...

Se as águas do mar da vida quiserem te afogar
Segura na mão de Deus e vai...
Se as tristezas dessa vida quiserem te sufocar
Segura na mão de Deus e vai

Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus
Pois ela, ela te sustentará!
Não temas, segue adiante e não olhes para trás
Segura na mão de Deus e vai!

Se a jornada é pesada e te cansas da caminhada
Segura na mão de Deus e vai
Orando, jejuando, confiando e confessando
Segura na mão de Deus e vai

Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus
Pois ela, ela te sustentará!
Não temas, segue adiante e não olhes para trás
Segura na mão de Deus e vai!...

4 comentários:

Monica disse...

Estamos rezando por ele!
Qualquer coisa, estamos aqui, viu?
Tentamos ligar pra sua casa e não conseguimos... no hospital tem telefone?
Bjssss

Renatinha disse...

Puxa Marcella .. tô tão triste com a situação do teu pai .. prometo visitá-lo esse FDS ok.
Mas ele está sempre em minhas orações .. e vc tb. Bjus :D

Maria Carolina disse...

Papai já tá melhorando...
Deus não desampara os seus...
Força ruivinha... e eu estou com vc!
Beijos

Luciana Amâncio disse...

Sabes que estamos tod@s unidos em orações e pensamentos para que teu pai esteja melhor em breve...

Paz e Bem!